Home / Internet / Reep.io: Faça do seu browser um cliente P2P

Reep.io: Faça do seu browser um cliente P2P

Já pensou em compartilhar arquivos com os amigos usando o browser como cliente P2P, é exatamente essa a proposta do site Reep.io

 

O Reep.io é um site bastante interessante e útil quando o assunto é compartilhar um arquivo com outra pessoa. O serviço usa o sistema de pares Peer-to-Peer (P2P) e a tecnologia WebRTC para transformar os navegadores modernos em uma espécie de cliente e servidor de arquivos.

Para usar o serviço, acesse o site https://reep.io/, clique no botão vermelho + Add or drop files…, ou arraste o arquivo desejado sobre a área do site. Após a seleção do arquivo é gerado um link que deve ser repassado a outra pessoa, na qual, você deseja compartilhar o conteúdo.

É possível colocar senha para aumentar a segurança da tarefa de compartilhamento, abaixo do link há um ícone de um cadeado aberto, clique, adicione uma senha, em seguida verá o ícone do cadeado fechar. Passe a senha juntamente com link para outra pessoa. Quando o destintário abrir o link a senha será solicitada para desbloquear o download.

reep.io

Completados os paços acima é só aguardar o arquivo ser compartilhado. Lembresse que ambos os usuários, quem está servindo o arquivo e quem está baixando, precisam permanecer com o site aberto, até o fim do processo.

O reep.io possui a interface em inglês, mas é muito intuitivo e fácil de usar, a melhor parte que ele realmente funciona. O tempo para o termino do upload/download pode variar levando em conta o tamanho dos arquivos e qualidade da taxa de upload/download dos envolvidos na transação do arquivo.

Para usar o serviço, o único requisito é utulizar uma versão mais atualizada dos navegadores; Firefox, Google Chrome ou Opera. Caso o seu navegador não seja compatível, será exibido uma tela similar a imagem abaixo, mas em inglês (o texto foi traduzido para facilitar a compreensão dos leitores).

reep.io-navegador-incompatível

 

Sobre Neton Brício

Usuário, entusiasta e colaborador do Manjaro Linux.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *